Tel: +55 11 4425 0450

Dicas

É possível fazer uma lista de convidados enxuta!


Organizar um casamento não é nada fácil, mas como tudo depende do número de convidados – a começar pelo orçamento, espaço e afins – o cuidado com a lista deve ser redobrado. A vontade de compartilhar esse momento único com bastante convidados, mas nem sempre o bolso permite.

Invista em uma cerimônia íntima ou miniweddings.

Os miniweddings estão em alta. E deixe isso bem claro para os convidados! "Afinal, o estilo intimista já é naturalmente restritivo. Quando as pessoas ficam sabendo que será um minievento, automaticamente já percebem que só os convidados indispensáveis farão parte da lista. Se o desejo do casal for enxugar ainda mais a lista, uma boa saída é fazer uma cerimônia só para pais dos noivos, irmãos e padrinhos.

Amigos: só os mais próximos

É normal que o casal tenha um número muito alto de amigos, mas nem sempre é possível convidar todos. Alguns amigos mais próximos já vão conviver com as ansiedades e ajudar em algumas escolhas para o casamento. Sendo assim, naturalmente o casal já perceberá quais são aqueles que realmente não podem faltar na lista.

Deixe os amigos do trabalho fora da lista

Todos os amigos de trabalho não precisam, necessariamente, ser convidados, a não ser aqueles que já fazem parte de alguma forma da vida pessoal do casal. Se ninguém do trabalho se encaixar no perfil, é melhor não convidar ninguém para que os não convidados não se sintam excluídos

Parentes distantes

Como o casamento é uma comemoração íntima e pessoal, não há obrigatoriedade de convidar todos os familiares. Os mais distantes, ou aqueles com quem o casal não tem uma convivência direta, podem ser apenas comunicados sobre o acontecimento, mas não convidados.

Os convidados dos pais dos noivos

Uma coisa é certa: em um casamento, as decisões devem ficar por conta dos noivos, e não dos pais. Limite um número de convites para que os pais, pois, estes se incluem no sonho desse casamento.

Limite os acompanhantes

Ao endereçar os convites como: 'Sr. Fulano de Tal', isso quer dizer que é exclusivamente para ele e poderá constar na lista como sendo apenas uma pessoa. Se você escrever 'Sr. Fulano de Tal e Família', fica em aberto o número de convidados possíveis de comparecer com esse convite. Muitos usam o bom senso, mas haverá aqueles que levarão até a sogra, os filhos acompanhados de namoradas e assim por diante. Por outro lado, a indicação 'Sr. e Sra. Fulano de Tal' determina que o convite é só para o casal". Mas sempre terá algum convidado ligando par incluir o nome da namorada na lista.

Obrigação de convidar alguém

Ao definirem a lista de convidados, leve em consideração apenas suas razões, seus motivos, que podem ser financeiros ou não. Dessa forma, não se sinta na obrigação de convidar ninguém ao imaginar o que podem pensar de você. Nem aquela pessoa que fez questão de sua presença no aniversário dela, nem aquele outro que lhe fez um favor inesquecível. Não vai faltar oportunidade para você retribuir essas gentilezas.

Determine o limite um número máximo para a lista

É importante que os noivos definem qual será o estilo do evento e o limite de convidados que combinaram como tal. Essa consciência tem que ser passada também para os pais, que participarão da montagem da lista. Deve- se ter sempre em mente quanto custa cada convidado para que todos saibam das dificuldades a serem enfrentadas caso a lista extrapole o número combinado.

Faça classificações na lista

A principal regra é preparar a relação geral, com os potenciais convidados do casal. Pegar a lista dos pais dos noivos e conferir se há nomes repetidos e, em seguida, classificar o grau de importância de cada um dentro do evento. A melhor forma de chegar a uma conclusão é fazendo algumas perguntas. Por que a pessoa está na lista? Qual sua importância nessa história? Ela precisa mesmo estar presente? Pronto, esse é o caminho. Aí, é só ir tirando aqueles que não se encaixam como convidados que não podem faltar.

Seja racional na elaboração da

Sejam objetivos. Deixem o sentimentalismo para outros momentos. A vontade pode até ser de convidar um monte de pessoas que conviveram com o casal há anos, mas que não convivem mais, etc. O importante é que toda a organização seja feita de forma objetiva para que tudo fique dentro do planejado.



Peça já seu orçamento